Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Vale do São Patrício se destaca na OBI - Olimpíada Brasileira de Informática

  • Publicado: Terça, 08 de Dezembro de 2020, 19h02
  • Última atualização em Quarta, 09 de Dezembro de 2020, 03h14

O Campus Ceres do Instituto Federal Goiano (IF Goiano) tem promovido ações com estudantes do Ensino Fundamental do Vale do São Patrício mesmo em momentos de distanciamento social. Respeitar os devidos protocolos sanitários é necessário, mas quem disse que não é possível aprender de casa? Assim, o projeto “Desenvolvendo o Pensamento Computacional no Ensino Fundamental por meio da Olimpíada Brasileira de Informática” tem feito parte da rotina de diversos estudantes do ensino básico de Ceres e região. O curso foi desenvolvido por meio de um dos projetos de extensão aprovados mediante o Edital Institucional Nº 12 de 14 de Agosto de 2020, de Apoio a Projetos de Extensão do IF Goiano.

Com uma divulgação articulada via mídias sociais e em contato com representantes das secretarias municipais/estaduais e escolas da região, 55 inscrições foram realizadas de forma totalmente voluntária, entre estudantes de 8º e 9º ano do ensino fundamental de 13 cidades distintas. Apesar do curso ter como público-alvo principal estudantes do entorno ceresino, a exemplo de cidades como Carmo do Rio Verde, Rialma, Rubiataba e Uruana, houveram discentes inscritos até de outros estados, como Tocantins, com participantes das cidades de Araguaína e Gurupi. Ao todo, 17 escolas foram contempladas de forma indireta com a execução do curso de extensão promovido pelo IF Goiano - Campus Ceres.

As aulas desenvolvidas pela equipe do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Tecnologia da Informação (NEPeTI) contam com dois extensionistas do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, sendo ministradas por intermédio da plataforma de web-conferência Google Meet. O curso teve início no dia 17 de setembro do corrente ano e findou-se oficialmente no último sábado (05/12), data da realização da Fase Nacional da Olimpíada Brasileira de Informática (OBI). Ao todo, cerca de 17 encontros foram realizados, os quais culminaram na aprovação de três estudantes competindo a nível nacional em uma das maiores competições de computação no país. Destaca-se que na Modalidade Iniciação Nível 2 (dedicada ao público-alvo do projeto), os alunos foram os únicos representantes do Estado de Goiás, não sendo necessário nesta modalidade conhecimentos inerentes à programação de computadores para se realizar a prova.

 

Aula inaugural do projeto com participantes de diversas escolas e cidades da região. Créditos: Adriano Braga

 

Os aprovados foram:

  • Ana Luisa de Oliveira Naves (Colégio Estadual Câmara Filho - Rialma)
  • André Florêncio Silva (Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás Gilvan Sampaio - Rubiataba)
  • Arthur Augusto de Oliveira Viana (Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás Gilvan Sampaio - Rubiataba)

 

Discentes classificados na Etapa Nacional na realização da prova no último sábado (05). Créditos: Thalia Santana

 

A ideia de trabalhar pensamento computacional e raciocínio lógico como estratégia para despertar o interesse dos estudantes para a área de computação desde a educação básica é trabalhada desde o ano de 2018. Mesmo não tendo como foco a competição, por meio dos treinamentos é possível aprender conceitos lógico-computacionais importantes para qualquer profissão do século XXI e consequentemente, participar da OBI. Também como projeto de extensão, as ações sempre foram desenvolvidas de forma presencial, sendo possível atingir apenas uma escola parceira e turmas específicas.

No ano de 2019, o resultado do treinamento no Colégio Estadual Câmara Filho (Rialma-GO) surtiu bons frutos, com uma das participantes classificada na etapa nacional. Já em 2020, o alcance expandiu-se de maneira significativa, atendendo mais estudantes, escolas e cidades no decorrer do processo, mesmo em meio à pandemia da COVID-19. Foi a 2ª vez que escolas da região foram representadas por meio do Campus Ceres na OBI, sendo este ano a aplicação da olimpíada adaptada de modo integralmente online.

Além desta oferta, a Instituição oferece desde o ano de 2015 um treinamento preparatório em soluções de algoritmos e olimpíadas científicas em informática, o qual vem obtendo bons resultados. Dentro da Modalidade Programação, o Campus Ceres figura como uma das Instituições que mais classificam estudantes em toda a Região Centro-Oeste.

 

 

Estude conosco! Abertas inscrições para o Processo Seletivo 2021 de Cursos Técnicos 

 

Por Thalia Santana e Adriano Braga (Núcleo de Estudos e Pesquisa em Tecnologia da Informação - NEPeTI)

registrado em:
Fim do conteúdo da página