Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Campus Ceres organiza e participa com caravana do maior congresso de Computação da América Latina

  • Publicado: Quinta, 11 de Agosto de 2022, 13h42
  • Última atualização em Quinta, 11 de Agosto de 2022, 15h15

 

Durante a semana do dia 31 de julho a 05 de agosto de 2022, estudantes e servidores do Campus Ceres do IF Goiano embarcaram rumo a 42ª edição do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC), realizada presencialmente em Niterói-RJ. Em um período de férias para a grande maioria, esta comitiva deu outro olhar para o significado de maresia e pôr do sol: conhecimento. O CSBC é o maior congresso de Computação da América Latina, com quase meio século de história, e é composto por dezenas de eventos base e satélites. Neste ano, possuiu como tema "Empoderamento Digital: O Papel da Computação na Construção de uma Sociedade Inclusiva e Democrática".

Dentro do CSBC, um dos eventos de maior notoriedade trata-se do Women in Information Technology (WIT), o qual encontra-se em sua 16º edição, visando propiciar um espaço para discussão quanto à questões de gênero e tecnologia no Brasil. Nesta edição, o professor do Campus Ceres Adriano Honorato Braga foi convidado para participar da coordenação geral do WIT, atuando ao lado das professoras Claudia Cappelli e Luciana Salgado, respectivamente, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e da Universidade Federal Fluminense (UFF). Além do papel de coordenação geral, o evento contou com a equipe de Divulgação e Mídias, sendo uma das responsáveis a professora Thalia Santos de Santana, também do Campus Ceres. 

A participação como organizadores do maior evento sobre mulheres na computação veio em decorrência da notável atuação frente ao projeto Meninas Digitais no Cerrado. Por meio dele, desde o ano de 2017 o Campus Ceres do IF Goiano participa ativamente do WIT, publicando trabalhos científicos e participando de debates como um dos projetos parceiros do Programa Meninas Digitais (PMD), da Sociedade Brasileira de Computação. Outrossim, a professora Ramayane Bonacin Braga, uma das coordenadoras do Meninas Digitais no Cerrado, integra o Comitê Gestor do PMD desde 2020 – demonstrando o renome do projeto em meio às demais instituições e iniciativas brasileiras na área.

E para chancelar esse momento, nada melhor que os estudantes acompanharem de perto tudo que o CSBC representa. Assim, uma caravana com mais 30 pessoas, dentre professores e estudantes do IF Goiano, atravessaram as fronteiras estaduais rumo a primeira edição presencial do CSBC pós pandemia de COVID-19. O IF Goiano representou uma das principais caravanas com um dos maiores números de discentes que desembarcou em Niterói para o CSBC, em uma viagem com mais de 26 horas de duração. A participação foi oportunizada pelo Campus Iporá do IF Goiano, que esteve organizando o translado de seus discentes de cursos de Computação para o evento. Do Campus Ceres, estiveram presentes quatro estudantes vinculados ao Núcleo de Estudos e Pesquisa em Tecnologia da Informação (NEPeTI), sendo três do curso técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio e uma estudante do Bacharelado em Sistemas de Informação, inclusive com direito à artigo aprovado.

A publicação intitulada "Fortalecendo Laços entre Egressas de Cursos de Tecnologia da Informação e um Projeto de Empoderamento Feminino", relata resultados de ações extensionistas desenvolvidas por meio de lives com egressas do projeto, em comemoração ao aniversário de cinco anos da iniciativa Meninas Digitais no Cerrado. Para a estudante Sara Farias, uma das autoras do trabalho e atualmente na 3ª série do ensino médio técnico, "foi uma experiência incrível, além de conhecer outros projetos parceiros do Meninas Digitais, pude prestigiar outros trabalhos de meninas nas áreas de TI e inclusive, apresentar nosso trabalho para tantas pessoas".

 

Estudantes Letícia Camargo e Sara Farias, apresentando trabalho durante o 16º WIT 2022.

 

E para marcar na memória de quem viveu esse congresso durante toda uma semana, Niterói deixou presentes que não podem ser esquecidos. Além do papel de destaque do IF Goiano como organizador e participante, outrora o artigo "Agindo sobre a diferença: atividades de empoderamento feminino em prol da permanência de mulheres em cursos de Tecnologia da Informação", publicado no mesmo evento no ano de 2019 recebeu a premiação de artigo destaque pelo maior número de citações no quinquênio atual do WIT. Com certeza, o CSBC eternizou muitas histórias, boas risadas, forte sentimento de coletividade e um grande desejo futuro: participar do CSBC 2023.

 

 

Premiação de artigo destaque recebido pela equipe do projeto Meninas Digitais no Cerrado.

 

Por Thalia Santana (Núcleo de Estudos e Pesquisa em Tecnologia da Informação - NEPeTI)

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página